Conheça nossos serviços

Plataformas Virtuais para Acervos, Museus e Exposições®

Desenvolvemos plataformas virtuais próprias para acervos, museus e exposições. Nossas plataformas utilizam tecnologia Omeka, reconhecida internacionalmente por arquivistas e museólogos, e todas as páginas utilizam metadados Dublin Core®, um conjunto de informações para a descrição de documentos e objetos digitalizados. Nossas plataformas virtuais contam com painel de controle administrativo completo que oferece opções de inserção de conteúdos na forma de imagem, texto, áudio, vídeo, entre outros formatos, possibilitando ainda a criação de múltiplos usuários colaboradores.

Em termos gráficos, oferecemos interfaces 100% responsivas que utilizam o que existe de mais recente em efeitos visuais para Internet. Trabalhamos com tecnologias HTML5, CSS3, JQuery, Ajax, JSON, Bootstrap, entre outras. Nossos layouts funcionam em todos os navegadores (cross-browser) e são acessíveis em computadores, celulares, tablets e outros dispositivos móveis.

Um acervo virtual é um serviço de pesquisa aos catálogos de órgãos que dispõem de acervos físicos, sejam eles públicos ou privados. Um acervo virtual deve ter obrigatoriamente uma interface de fácil acesso às informações e deve ser disponibilizado gratuitamente através de um endereço eletrônico na Internet. Além de fornecer mecanismos para a pesquisa aos catálogos, um acervo virtual deve fornecer a visualização na íntegra de todos os itens digitalizados. É muito importante que um acervo virtual disponha de um layout acessível em computadores desktops, celulares, tablets e outros dispositivos móveis.
Um acervo virtual deve contar com um painel de controle administrativo que ofereça opções para múltiplos colaboradores. Deste modo, um acervo virtual pode conter diferentes acervos e coleções, sobretudo aqueles pertencentes a bibliotecas, museus e arquivos. Os itens digitalizados devem ser organizados em diferentes categorias, seja por tipo de documento (música, literatura, escultura, pintura, etc), por tema, por autor, por instituição, etc.
Um acervo virtual deve oferecer opções para o envio de itens de diversas naturezas:
  • documentos históricos (livros administrativos, documentos oficiais, decretos, leis, etc);
  • imagens (fotografias, pinturas, gravuras, desenhos, mapas, plantas, imagens digitais, etc);
  • textos impressos ou manuscritos (jornais e revistas, teses e dissertações, livros, literatura, cadernos, etc);
  • gravações em áudio e vídeo;
  • objetos (esculturas, artesanato, objetos históricos, etc).
Um acervo virtual, por sua natureza, pode ser acessado por qualquer cidadão do mundo, já que está disponível através de um endereço eletrônico na Internet. Contudo, pretende-se que um acervo virtual tenha como público-alvo não apenas curiosos, mas o grupo social de um local ou município como um todo. Os itens disponíveis no acervo virtual poderão servir para fins de pesquisa, pedagógicos e de produção científica ou cultural. Se por um lado um acervo virtual pode ser consultado por professores e alunos, por outro estimula a participação de artistas e produtores culturais que poderão colaborar com novos itens para o acervo.
Sim, um acervo virtual é atualmente o meio mais eficaz para a aplicação da Lei de Acesso à Informação nº 12.527, de 18 de novembro de 2011, regulamentada pelo Decreto Federal nº 7.724, de 16 de maio de 2012, que garante o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5º, no inciso II do § 3º do art. 37 e no § 2º do art. 216 da Constituição Federal. Todos os itens digitalizados que serão disponibilizados em um acervo virtual devem atender à Lei de Direitos Autorais nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, de modo a garantir os direitos de autor e os que lhes são conexos. Um acervo virtual assegura ainda o direito constitucional à cultura, objetivo principal do Plano Nacional de Cultura instituído pela Lei Federal nº 12.343, de 2 de dezembro de 2010, que prevê a implementação de portais na Internet como ferramentas de difusão de criações artísticas, de bens culturais e do patrimônio histórico.
Digitalização

Digitalização de Documentos e Objetos

Realizamos o processo de digitalização de documentos e objetos através de escâneres e câmeras fotográficas digitais de alta resolução. Todo o material digitalizado passa por tratamento gráfico para melhor visualização na Internet e é entregue em alta resolução, mantendo a fiel imagem dos originais. Garantimos a segurança e a qualidade na prestação do serviço, impedindo assim que o processo de digitalização possa colocar em risco a integridade dos documentos e objetos originais.

Digitalizamos diversos formatos: documentos manuscritos e impressos, de diferentes tamanhos e gramaturas, inclusive volumes encadernados; objetos artísticos bidimensionais (desenhos, pinturas, gravuras, fotografias e imagem impressa); objetos tridimensionais (esculturas, artesanato, objetos históricos, etc); e gravações em áudio e vídeo.

Consultoria na Triagem de Documentos Históricos

Prestamos consultoria para seleção e triagem de documentos históricos a serem digitalizados. Contamos com historiadores profissionais formados pela Universidade de São Paulo (USP), com experiência nas áreas de Arquivologia, História do Brasil, História Local e História Empresarial. Com isso, estamos aptos a selecionar os documentos com maior relevância histórica do seu acervo para serem disponibilizados virtualmente. Elaboramos também artigos de divulgação científica sobre história e memória institucional.

Consultoria Histórica
Treinamento Técnico

Treinamento Técnico em Digitalização de Acervos e Coleções

Oferecemos treinamento técnico em digitalização de acervos e coleções. O objetivo do treinamento é a formação de equipes para digitalização de documentos e objetos. Por meio de aulas teóricas e práticas, os participantes saem do curso aptos a dar início a um plano de trabalho para a virtualização de seus acervos. Todas as aulas possuem material didático auxiliar e ao final do curso são entregues cartilhas com todas as orientações e procedimentos necessários para a digitalização. Após a análise técnica inicial do acervo, indicamos também os equipamentos com o melhor custo-benefício para a digitalização de documentos e objetos, de acordo com as suas necessidades.